O Túnel de Base de São Gotardo é mais um marco em uma longa e fascinante história que começou no século 19, com carruagens de correio.

1830 – AS PRIMEIRAS CARRUAGENS DE CORREIO

Quando a nova estrada foi aberta em 1830, uma linha de serviço direto percorria a distância entre Flüelen e Chiasso três vezes por semana, utilizando carruagens com um único cavalo e apenas dois ou três lugares. O auge da era de ouro dos correios no maciço de São Gotardo se deu em 1842, quando carruagens com cinco cavalos e dez lugares corriam diariamente em ambas as direções. A viagem de Como a Flüelen levava precisamente 23 horas.

1882 – ABERTURA DA FERROVIA DE SÃO GOTARDO

Com 15 km, o antigo túnel de São Gotardo era, na época, o mais longo túnel ferroviário do mundo. Na verdade, o correio passou a utilizar a nova passagem já em 1881, quando o trabalho estrutural foi completado. As difíceis e perigosas travessias pela montanha se tornaram, desde então, coisa do passado.

1918 – ELETRIFICAÇÃO DO TÚNEL FERROVIÁRIO

Em 16 de fevereiro de 1916, a diretoria do Grupo SBB, companhia ferroviária nacional da Suíça, decidiu eletrificar a ferrovia de São Gotardo, de Erstfeld até Bellinzona. Afinal, locomotivas elétricas são muito mais eficientes do que as movidas a vapor e tornam as viagens mais rápidas. A grande dificuldade em obter carregamentos de carvão durante a I Guerra Mundial dificultou uma conclusão mais rápida da obra, mas o processo foi iniciado em 1918, de acordo com o planejado, e o primeiro trecho completo (entre Erstfeld e Biasca) foi aberto em 12 de dezembro de 1920.

1922 – PRIMEIRA TRAVESSIA POR VAN DE CORREIO MOTORIZADA

Em 1895, acredita-se, o primeiro carro motorizado fez a travessia do São Gotardo. Em 1921, o correio utilizou pela última vez uma carruagem a cavalo no trajeto. Já no ano seguinte, surgiu o primeiro serviço motorizado de correio, chamado de Car Alpin.

1980 – ABERTURA DO TÚNEL RODOVIÁRIO

O recorde seguinte relacionado ao São Gotardo pertence ao túnel rodoviário inaugurado em 1980. Com 16,9 km de extensão, esse túnel estabeleceu uma ligação viária permanente entre as regiões de Uri e Ticino e foi por muitos anos o mais longo do mundo.

2016 – ABERTURA DO TÚNEL DE BASE DE SÃO GOTARDO

Ao mesmo tempo nova e centenária, a estrutura do Túnel de Base de São Gotardo possibilita que trens de alta velocidade para passageiros cruzem o maciço alpino a até 250 km/h, mesmo que o túnel tenha sido concebido com foco no transporte de cargas. Planeja-se que até cinco comboios por hora possam fazer o trajeto. Eles correrão entre Härkingen e Cadenazzo, reduzindo o tempo de viagem em mais de 45 minutos.